Apesar de ser uma técnica indicada para a grande maioria das pessoas, antes da realização de implantes dentários, o dentista precisa analisar diversos fatores de risco que podem comprometer o resultado da cirurgia. O primeiro passo é uma avaliação clínica da saúde geral do paciente para garantir o sucesso da recuperação.

Pacientes que tem histórico de insuficiência cardíaca, osteoporose, anemia, hemofilia, câncer e diabetes não-controlada não devem realizar o procedimento enquanto sua condição de saúde não for resolvida. Mulheres grávidas e jovens também precisam de maior atenção. No caso das grávidas, é indicado esperar o fim da gestação, e os jovens precisam ter desenvolvido a fase de crescimento ósseo, que acontece nos 16 anos, para as mulheres, e entre 17 e 18 anos para os homens, para que não haja problemas no desenvolvimento ósseo.

Implante dentário

Veja mais sobre “ Mitos e Verdades de Implantes”

Antes da cirurgia é importante a avaliação da higiene bucal do paciente, e da situação óssea. Um paciente precisa mudar os hábitos de higiene antes mesmo da realização do implante, para evitar a ocorrência de infecções. Também é necessário que o paciente tenha espaço suficiente entre os dentes existentes para que os dentes implantados fiquem bem posicionados. Em alguns casos, o paciente precisa passar por um tratamento ortodôntico, com o auxílio de aparelhos, na intenção de criar o espaço suficiente.

Pós-operatório

Após a cirurgia, vem o período de cicatrização e os cuidados continuam. Cada paciente tem um tempo de recuperação, mas em geral, leva de 2 a 6 meses para ocorrer a osseointegração, que é a união do tecido ósseo com a superfície dos implantes, o que torna possível a longevidade desse tipo de tratamento.

Para garantir uma boa recuperação, o paciente precisa reforçar a higiene bucal, repousar bastante, ingerir alimentos bem gelados e pastosos, evitar exposição solar, falar o mínimo possível e evitar o uso de cigarros. Todos esses cuidados devem ser seguidos para que a osseointegração ocorra dentro do esperado, favorecendo o sucesso da cirurgia.

Tire as suas dúvidas sobre “Implante dentário com carga imediata” neste artigo do Dr Leandro Sales

CRO-RN 4073 - Graduado na Faculdade de Odontologia de Pernambuco - FOP-UPE, - Pós-Graduado em Cirurgia Oral Menor - HMAR-PE, - Pós-Graduado em Oclusão e Disfunção Têmporo Mandibular - ABO-RN, - Especialista em Implantodontia - ICEO-CE, - Pós-Graduado em Reabilitação Oral Estética - ICEO-CE - Mestrado especial em Implantodontia (em andamento) - SL Mandic-SP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *